Tel.: (11) 5088.2121 / Whats: (11) 94009.5355
Unidade I (Zona Sul): Av. Cons. Rodrigues Alves, 198 - São Paulo - SP
Unidade II (Zona Norte): Av. Tucuruvi, 75 - São Paulo - SP
Acreditado Pleno ONA
Marque seu Exame
Agende Online
Resultados
Faça o Download

Impedâncio pHmetria Esofágica

ImpedanciopHmetria Esofágica: Explorando o Avanço no Diagnóstico de Refluxo

Descubra a impedanciopHmetria esofágica, um teste inovador para avaliar o refluxo ácido e não ácido no esôfago. Entenda como o procedimento é realizado, sua importância no diagnóstico de DRGE e o que esperar durante o teste.

Introdução à ImpedanciopHmetria Esofágica

A impedanciopHmetria esofágica é um exame diagnóstico avançado que mede tanto o refluxo ácido quanto o não ácido do estômago para o esôfago. Combinando a medição de pH com a análise de impedância, este teste oferece uma compreensão detalhada do refluxo esofágico, permitindo diagnósticos mais precisos e tratamentos eficazes para a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).

Como Funciona a ImpedanciopHmetria Esofágica?

O teste utiliza um cateter fino e flexível, que é inserido pelo nariz e posicionado no esôfago. Este cateter contém sensores de pH e de impedância, capazes de detectar a presença de líquido (ácido ou não ácido) e gás no esôfago. A monitorização ocorre geralmente por um período de 24 horas, fornecendo uma análise abrangente do refluxo durante as atividades normais do dia-a-dia e durante o sono.

Importância do Teste

A impedanciopHmetria esofágica é particularmente valiosa para pacientes que apresentam sintomas de DRGE, mas cujos testes de pH sozinhos não confirmaram o diagnóstico. Também é útil para avaliar a eficácia de medicamentos ou cirurgias anti-refluxo e para investigar a causa de sintomas persistentes, como tosse crônica, rouquidão e desconforto torácico.

Preparação para o Teste

A preparação para a impedanciopHmetria esofágica pode incluir jejum por algumas horas antes da inserção do cateter e a suspensão de medicamentos antiácidos, conforme orientação médica. Essas medidas são necessárias para garantir resultados precisos.

Durante o Teste

O procedimento de inserção do cateter é geralmente rápido e causa desconforto mínimo. Uma vez posicionado, o cateter é fixado discretamente ao nariz, permitindo que você beba e coma normalmente, embora possam ser dadas instruções específicas sobre alimentos e atividades a evitar.

Interpretação dos Resultados

Os dados coletados pela impedanciopHmetria esofágica são analisados para identificar episódios de refluxo, sua duração, frequência e se são ácidos ou não ácidos. Essas informações são cruciais para personalizar o tratamento, podendo incluir mudanças na dieta, estilo de vida, medicamentos ou, em alguns casos, procedimentos cirúrgicos.

Benefícios e Limitações

A principal vantagem da impedanciopHmetria esofágica é sua capacidade de detectar uma ampla gama de episódios de refluxo, oferecendo uma imagem completa da atividade esofágica. No entanto, como qualquer procedimento médico, pode haver desconforto associado à inserção do cateter e limitações quanto à atividade física durante o teste.

Conclusão

A impedanciopHmetria esofágica representa um marco no diagnóstico e tratamento da DRGE, fornecendo insights valiosos que vão além das capacidades dos testes tradicionais de pH. Com sua abordagem detalhada, pacientes e médicos podem desenvolver estratégias de tratamento mais eficazes, melhorando significativamente a qualidade de vida.

FAQs Sobre ImpedanciopHmetria Esofágica

O teste de impedanciopHmetria esofágica é doloroso?

A maioria dos pacientes relata desconforto mínimo, principalmente durante a inserção do cateter.

Como me preparo para o teste?

Siga as orientações do seu médico, que podem incluir jejum e suspensão de certos medicamentos.

Posso comer durante o teste?

Sim, você pode comer e beber normalmente, a menos que receba outras instruções específicas.

Quanto tempo dura o teste?

O cateter geralmente é mantido no lugar por 24 horas para monitorar o refluxo ao longo de um dia inteiro.

Quais são os riscos associados ao teste?

Os riscos são mínimos, incluindo possível desconforto no nariz ou garganta e, raramente, náuseas ou vômito.

A pHmetria Esofágica é considerada eficiente no diagnóstico do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) ácido. Pacientes com sintomas sugestivos de DRGE apresentam persistência dos sintomas, quando estão sendo tratados com medicamentos Estes sintomas tem sido atribuídos ao DRGE “não-ácido".

A impedâncio pHmetria é o exame padrão ouro no diagnóstico do refluxo

Para que é realizada a Impedâncio pHmetria Esofágica?

Esse exame deve ser feito em certos casos. Um deles envolve sintomas como tosse crônica, pigarro, rouquidão e dor torácica. Outro caso que deve-se atentar para a realização do exame é para esclarecer diagnóstico em um paciente com sintomas sugestivos da Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE). Esse tipo de caso é o que não apresenta inflamação no esôfago à endoscopia.


Endereços

Unidade I:
Av. Cons. Rodrigues Alves, 198
04014-000 - São Paulo - SP
Próximo ao Metrô Ana Rosa
Unidade II:
Av. Tucuruvi, 75
02340-000 - São Paulo - SP

Horários de Funcionamento

Unidade I:
2ª a 6ª: das 7:00 às 18:00hs
Sábados: das 07:00 às 13:00hs
Unidade II:
2ª a 6ª: das 7:00 às 17:00hs
Central de Agendamento:
2ª a 6ª: das 8:00 às 18:00hs
Sábados: das 08:00 às 12:00hs

Fale Conosco

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel.: (11) 5088.2121
WhatsApp: (11) 94009.5355
Nextel: (11) 94704.4325
Voip Tucuruvi: (11) 2391-4100

Unidade I

Unidade II

Clinica Cedig

© 2022 Clínica CEDIG
Centro de Diagnóstico em Gastroenterologia
Diretor Técnico Responsável:
Dr. José Carlos Vilela - CRM 80.820